Domingo, 15 de Fevereiro de 2009

http://ww1.rtp.pt/multimedia/index.php?tvprog=23294&formato=flv



publicado por Fernando Nobre às 21:16
link do post | comentar

13 comentários:
De Brindes a 20 de Janeiro de 2010 às 03:01
Parece que Israel esta decidido a derrotar a Gaza a qualquer preço.


De brindes promocionais a 10 de Junho de 2009 às 16:57
Esta guerra tem múltiplas versões. Cada um que conta parece estar falando de uma situação diferente.


De Carlos Rebola a 21 de Fevereiro de 2009 às 15:16
Dr. Fernando Nobre

Quanto à cobertura pela RTP1 (serviço público) da guerra na Faixa de Gaza, tive oportunidade de reclamar da forma como a Sr.ª Márcia Rodrigues fez a cobertura dessa guerra, principalmente devido a uma reportagem que fez em Israel, "numa zona duramente fustigada pelos "mísseis" do Hamas", que mais não era que uma área militar impecavelmente limpa e organizada. Fugiu na altura para um bunker, devido a um ataque do Hamas, era suposto mostrar depois os efeitos de tal ataque, não mostrou-nos nessas instalações vários tubos metálicos, os tais mísseis que após explodirem estavam quase intactos tal seria o seu poder destrutivo, foi uma cobertura vergonhosamente sectária e instigadora de ódios aos palestinianos. Quiseram passar a ideia de que Israel era constantemente massacrado pelo Hamas, no entanto morreram nesta guerra 13 soldados e um ou dois civis israelitas, na faixa de Gaza morreram mais de mil palestinianos sendo quase metade crianças, não falando dos milhares de lares (porque eram famílias que os habitavam) destruídos.

Abraço
Carlos Rebola


De Fernando Nobre a 22 de Fevereiro de 2009 às 17:59
Infelizmente há jornalistas que se prestam a esse tipo de manipulações. Devo confessar que da Márcia Rodrigues estava à espera de outro rigor e de outra isenção mas já nada me espanta! É necessário ter uma coluna vertebral muito forte para saber resistir a certas pressões... Nem toda a gente tem. Abraço.


De fatima campos a 19 de Fevereiro de 2009 às 09:50
Desde já queria dar os Parabéns ao Dr. Fernando Nobre por tudo o que tem feito a favor daqueles que mais necessitam.
Sou professora do ensino secundário, na disciplina de Área de Projecto de 12º ano. Tenho um grupo a trabalhar o tema do voluntariado. Penso que as nossas escolas são muito pouco solidárias. Não basta falar de solidariedade, há que pôr em prática projectos de solidariedade reais, fazer com que os alunos abracem causas concretas e se sintam envolvidos. De uma forma muito singela, procuro pôr em prática todos os anos uma campanha de ajuda a quem mais necessita. Na passada semana o grupo de voluntariado fez com que toda a turma participasse como voluntarios numa acção junto do Hospital de Setúbal. Fiquei muito sensibilizada pela entrega e pela forma como todos se envolveram. Foi um dia repleto de aprendizagens.
Mais uma vez, parabéns, por uma vida de causas, e por ser uma referência, para todos os educadores e educandos, de uma escola, que deverá crescer muito mais, prescindindo de conteúdos disciplinares e incidindo mais a sua acção no desenvolvimento de competências, que envolvam o saber ser e o saber partilhar...

Bem haja

Fátima Campos
camposfatima@gmail.com
professora da escola secundária de bocage (Setúbal)


De Fernando Nobre a 19 de Fevereiro de 2009 às 17:08
Obrigado por perseverar. Bem haja.


De Diogo Ribeiro a 19 de Fevereiro de 2009 às 02:20
Consegui descobrir o documentário sobre Israel- Palestina. Vi no 60minutos da sic noticias há pouco tempo, e chamava-se
"Apartheid in Israel"

Recomendo assim como penso que se enquadra na temática deste post do Dr. António Nobre pois trata-se do mesmo conflito.

Um abraço, Diogo Ribeiro


De Fernando Nobre a 19 de Fevereiro de 2009 às 17:09
Obrigado amigo.


De Diogo Ribeiro a 19 de Fevereiro de 2009 às 02:16
Aproveitando que o tema tenha sido trazido até nos através da multimédia, gostava de chamar à atenção para o programa da sic noticias toda a verdade, onde este mês já passou 2 vezes um tema actual muito importante e do quais nunca nos podemos esquecer. Falo do Darfur. "Darfur – A Verdade Escondida" e "Os Deslocados do Darfur".
É engraçado (engraçado no sentido da compreensão da mente humana e não no sentido directo) como os midia falam sem parar em 40 mortos na queda de um avião, abrem jornais e repetem incessantemente, mas já nem sequer falam dos milhares que morrem diariamente com diarreia, com guerras (serra leoa, darfur...), fome... E mesmo quando falam, já nao ouvimos... Será do hábito? ...
Voltando aos midia, também há pouco tempo (1 semana?) vi um documentário sobre Gaza e a resolução (?) para o conflito Israel-Palestina mas infelizmente não me recordo do dia e do canal.

Um muito Obrigado, Dr Fernando Nobre, por nos continuar a lembrar do que se passa neste mundo, às vezes precisamos de levar um abanão e de acordar. Talvez um dia os lideres mundiais sintam esse abanão, e se sentem para dialogar sobre paz e saúde em vez de dinheiro, interesses.

Um abraço, Diogo Ribeiro


De MAlbertina F.S.Silva a 16 de Fevereiro de 2009 às 02:23
Mais uma vez se impôe o agradecimento ao Dr .Fernando Nobre, por ter colocado no blog ,este vídeo.
É bom ver como o Amigo, continua firme na defesa das Causas Humanas como esta, ao contrário de outros que estão cansados e se recusam até a ouvir!
Mas não se recusam a comentar os casos Madie , Joana etc, que não deixando de ser graves são,pelo menos para mim,irrelevantes comparados com esta tragédia humanitária!
Ah, como me revolta esta hipocrisia, esta mesquinhês...
Como podem pessoas com responsabilidades autárquicas, académicas etc, manifestarem em artigos de opinião, estes sentimentos de indiferença?
Talvez desacreditem na paz,talvez seja revolta, talvez seja mais cómodo,
mas não nos queiram infuenciar, não precisamos disso.
Precisamos sim de programas como este do Clube de Jornalistas que nos ajudem a pensar e a agir.
Boa noite e bem haja, pela sua verticalidade, exemplo
para muitos de nós.
tina


De Fernando Nobre a 17 de Fevereiro de 2009 às 07:22
Tenho que continuar: não tenho outro caminho. Força!


De Maria Filomena Pestana Deodato a 15 de Fevereiro de 2009 às 22:07
Dr Fernando Nobre

Bem Haja pelo seu prestigiado e magnífico trabalho nesta grande Organização a AMI.


Bem Haja pelo seu grande ALERTA !
Obrigado


De Fernando Nobre a 17 de Fevereiro de 2009 às 07:24
Obrigado eu.


Comentar post

Fernando José de La Vieter Ribeiro Nobre nasceu em Luanda em 1951. Em 1964 mudou-se para o Congo e, três anos mais tarde, para Bruxelas, onde estudou e residiu até 1985, altura em que veio para Portugal, país das suas origens paternas. É Doutor em Medicina pela Universidade Livre de Bruxelas, onde foi Assistente (Anatomia e Embriologia) e Especialista em Cirurgia Geral e Urologia. (continuar a ler)
FOTO DA SEMANA


LIVROS QUE PUBLIQUEI

- "Viagens Contra a Indiferença",
Temas & Debates

- "Gritos Contra a Indiferença",
Temas & Debates

- "Imagens Contra a Indiferença",
Círculo de Leitores / Temas & Debates


- "Histórias que contei aos meus filhos",
Oficina do Livro


- "Mais Histórias que Contei aos Meus Filhos", Oficina do Livro

- "Humanidade - Despertar para a Cidadania Global Solidária", Temas e Debates/Círculo de Leitores

- "Um conto de Natal", Oficina do Livro
Pesquisa
 
Contador de Visitas