Quinta-feira, 2 de Abril de 2009

 

http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Internacional/Interior.aspx?content_id=1188711



publicado por Fernando Nobre às 10:22
link do post | comentar

10 comentários:
De paula a 3 de Abril de 2009 às 23:53
Os líderes do G20 comprometeram-se ontem a «fazer tudo o que for necessário para:
- restabelecer a confiança, o crescimento e o emprego;
- reparar o sistema financeiro para restabelecer o crédito;
- reforçar a regulação financeira para manter a confiança;
- financiar e reformar nossas instituições financeiras para superar esta crise e evitar outras.
- promover o comércio mundial e o investimento, e rejeitar o proteccionismo
- promover uma retomada ecológica e sustentável».
Temos que, quer acreditemos, quer não, depositar a confiança e o futuro nestas intenções? No que nos é forçado ver e ouvir? que remédio...


De EC a 6 de Abril de 2009 às 12:20
"Temos que, quer acreditemos, quer não, depositar a confiança e o futuro nestas intenções? No que nos é forçado ver e ouvir? que remédio..."

Permita-me discordar. Podemos agir. Tentar provocar as mudanças que julgamos necessárias. É um pouco o que está a suceder por essa Europa fora e por cá também.

Há dias foram 200 mil em Lisboa. Pouco depois milhares de agricultores. A luta dos enfermeiros foi um êxito, as dos pilotos também está a ser.

Na Grécia a greve geral paralisou o país.

No Sábado, foram quase três milhões que se manifestaram em Itália.

Outras manifestações ocorreram contra a Nato. ...

Este é o caminho. Se houver força pode-se ir mais além.

Ficar resignado é que não.


De paula a 6 de Abril de 2009 às 22:47
Realmente são importantes esses indicadores para os governos e populações. São demonstrações de descontentamento e revolta pela actual Crise, a Económica. Mas eu gostaria sim de ver esses milhares ou milhões de pessoas descontentes a manifestarem-se através do voto em dias de eleições ou referendos, em vez de assistir ao triste espectaculo das percentagens de absentismo.


De Fernando Nobre a 7 de Abril de 2009 às 07:05
É isso mesmo: NUNCA SE RESIGNAR. O Optimismo da Vontade pode sempre sobrepôr-se ao Pessimismo da Razão. Abraço.


De paula a 22 de Abril de 2009 às 09:55
Na Rádio Renascença, ontem, 21 de Abril: «Apenas 24% dos portugueses inquiridos no último Barómetro sobre Eleições Europeias afirmam que vão votar, 56% dizem não ter interesses neste acto eleitoral.», é infelizmente esta a realidade. Depois saem milhares para as ruas para protestar em manifestações vistosas contra os governos e políticas que podiam ter ajudado a evitar. O mais simples de se fazer é sempre vencido pela inércia.
bom regresso


De Fernando Nobre a 7 de Abril de 2009 às 07:13
VAMOS ACREDITAR QUE SÃO INTENÇÕES GENUÍNAS E NÃO MEROS SLOGANS ENCANTATÓRIOS. DE TODA S AS MANEIRAS, NÓS OS CIDADÃOS, TEREMOS QUE NOS MOSTRAR SEMPRE ATENTOS E VIGILANTES.
PARTO MUITO EM BREVE PARA O MALI DURANTE 10 DIAS: VAI SER BOM ESTAR A MILHAS DE CERTAS POLITIQUICES... ABRAÇO.


De paula a 7 de Abril de 2009 às 11:13
quem persegue e se guia por ideais e vota em pessoas em vez de partidos, não se deve importar com politiquices.
boa viagem até ao Mali, eu ponho-me a milhas indo até ao Jamor (mais perto, menos tempo, mas mais distante - estou a brincar, agora)


De Carolina Pinheiro a 3 de Abril de 2009 às 17:07
Muito obrigada dr .fernando</a> nobre pelo seu emocionante discurso na faculdade de ciências medica que eu frequento. Foi óptimo sentir que existem pessoas extremamente determinadas a abraçar causas justas e a tratar de pessoas não como simples pacientes, mas como Humanos. O doutor é uma referência para todos os estudantes e profissionais de medicina, e não só, deste país e de todo o mundo. É o meu ídolo, tal como o dr . Albert Schweitzer foi para si. E que o senhor continue a viver até aos 95 ou mais pois é um pilar neste mundo.

Muito obrigada

Carolina Pinheiro, 1º ano, FCM


De Fernando Nobre a 7 de Abril de 2009 às 07:01
Sei que é um magnífico Ser Humano e por isso será uma excelente Médica. Continue. Quanto a mim só espero nunca a desiludir. Abraço.


De Beatriz a 3 de Abril de 2009 às 15:51
Bem, segundo as últimas noticias, a cimeira correu bem.
A ver vamos....como diz o cego!

Bom fim de semana.

Beatriz


Comentar post

Fernando José de La Vieter Ribeiro Nobre nasceu em Luanda em 1951. Em 1964 mudou-se para o Congo e, três anos mais tarde, para Bruxelas, onde estudou e residiu até 1985, altura em que veio para Portugal, país das suas origens paternas. É Doutor em Medicina pela Universidade Livre de Bruxelas, onde foi Assistente (Anatomia e Embriologia) e Especialista em Cirurgia Geral e Urologia. (continuar a ler)
FOTO DA SEMANA


LIVROS QUE PUBLIQUEI

- "Viagens Contra a Indiferença",
Temas & Debates

- "Gritos Contra a Indiferença",
Temas & Debates

- "Imagens Contra a Indiferença",
Círculo de Leitores / Temas & Debates


- "Histórias que contei aos meus filhos",
Oficina do Livro


- "Mais Histórias que Contei aos Meus Filhos", Oficina do Livro

- "Humanidade - Despertar para a Cidadania Global Solidária", Temas e Debates/Círculo de Leitores

- "Um conto de Natal", Oficina do Livro
Pesquisa
 
Contador de Visitas