Sábado, 20 de Fevereiro de 2010

 

Agradecendo, muito sensibilizado, todos os comentários aqui deixados, informo que o site oficial da campanha é www.fernandonobre.org.

 

Obrigado.



publicado por Fernando Nobre às 17:36
link do post | comentar

119 comentários:
De andreia pinto a 26 de Janeiro de 2011 às 17:23
muitos parabéns

foi pena não ter sido o vencedor

espero que se volte a candidatar daqui a 5 anos

muitos parabéns


De Paulo Correia a 25 de Janeiro de 2011 às 18:22
Sr Dr.
É tempo de aproveitar todo o capital social posto nas suas mãos e dar continuidade a esse projecto de mudança para Portugal.
Não podemos ignorar tudo o que nos cerca e ficar indiferentes... temos que fazer alguma coisa!


De Susana Dias a 23 de Janeiro de 2011 às 20:38
Antes de mais queria-lhe dar os meus sinceros parabéns pelo resultado das presidenciais Dr. Fernando Nobre. Desde que anúnciou a sua candidatura eu tornei-me numa sua apoiante. Hoje assim fiz, votei em si porque sendo eu jovem era uma candidatura com credibilidade que me dava confiança num futuro melhor. Não chegamos à segunda volta mas o resultado expressa um voto de revolta na qual a minha geração tanto ajudou. Com grande estima despeço-me e peço-lhe que por favor em meu nome e em nome de todos os jovens do país não nos abandone continue a partilhar as suas ideias porque nós precisamos de si!
Cumprimentos
Susana Dias


De antonieta brito a 22 de Janeiro de 2011 às 22:23
Parabéns Dr. Fernando Nobre, pelo seu desempenho e carisma nas Presidenciais 2011. Se os portugueses já conheciam o logotipo da sua
Fundação-AMI, hoje conhecem o seu rosto (afável,
simpático e sorridente).
Fez uma campanha excelente, que ficará na memória dos portugueses.
Um grande abraço e um bem haja,
Antonieta Brito


De Anónimo a 21 de Janeiro de 2011 às 18:38
Parabéns Dr. Fernando Nobre, pelo seu empenho e carisma. Se os portugueses já conheciam o logotipo da sua Fundação-AMI, hoje conhecem o seu rosto (afável, simpático e sorridente).
Fez uma campanha excelente, que ficará na memória dos portugueses.
Um grande abraço e um bem haja,
Antonieta Brito


De Artur Romão Pereira a 21 de Janeiro de 2011 às 12:00
Fernando Nobre
Permita-me esta forma informal de abordagem começando, esta minha sentida e ansiada intervenção, por lhe agradecer o facto de se ter permitido ser uma voz desalinhada do espartilho criado pelos partidos políticos que, muitas vezes, num processo de autodefesa se unem para manterem os privilégios que eles se concederam a si próprios e que desvirtuam a democracia no nosso país.
Enalteço a coragem de, uma vez mais na sua vida, se expor ao difícil e imprevisto combate com a determinação que o caracteriza, em prol dos menos protegidos sob o ponto de vista social e, ao mesmo tempo, conferindo-lhe uma emotiva autenticidade que contagia todos aqueles que ainda acreditam no futuro de Portugal e estão dispostos a enfrentarem uma cruzada contra a corrupção e o despotismo económico que corroem a nossa sociedade. Na salvaguarda dos valores éticos e morais que não só estão em desuso mas, ainda mais revoltante, quando são vistos com indiferença ou mesmo com desprezo de quem quer vingar através de estratégias sustentadas na falta de carácter e mesmo de desleais infracções e delitos.
Gostaria que me concedesse o privilégio de me considerar um seu apoiante, disponível para lhe facultar o apoio que necessitar e que eu lhe possa oferecer, consciente que esta minha atitude pouco pode significar para a sua campanha mas, de forma egoísta, me permite sentir envolvido em algo em que acredito… e isso faz-me sentir melhor e socialmente mais interventivo.
Acredito no sucesso, mas no caso de o resultado final não lhe permitir alcançar a vitória nas próximas eleições e a título de repto, não posso deixar de lhe manifestar que seria reconfortante saber que estará disposto a considerar a possibilidade de não deixar morrer este movimento cívico e que se empenhasse em lhe conferir um futuro, de sustentada esperança, para todos aqueles que não se revêem no actual panorama político, em Portugal.
Esta sua iniciativa é uma ” lufada de ar fresco” na moribunda esperança para o futuro do nosso, sim nosso, Portugal
Bem-haja,
Artur Romão Pereira


De jose luis silva a 20 de Janeiro de 2011 às 16:28
Olá:

Decidi o meu voto.
Vou votar, no dia 23, na confiança que me inspira o homem e a obra.

O Homem:
Em minha opinião, não é um «político», não fala mal de ninguém, não promete o que não pode cumprir e tem um passado de defesa de valores com os quais me identifico - a defesa dos mais desprotegidos.

A Obra:
Universal; em senários de conflito; onde é mais precisa; fazendo verdadeiros milagres com poucos recursos; prestigiada; com relações positivas com os governos e as oposições dos paízes onde opera; bem relacionada com as intituições internacionais, com os paízes desenvolvidos e subdesenvolvidos. Uma Obra de valores! Uma Obra de Confiança. Uma Obra SÉRIA.

Vou votar para a PR num Diplomata que a todos os portugueses honra com a sua obra.

Vou votar no Dr. Fernando Nobre.

José Luís



De nobre a 20 de Janeiro de 2011 às 15:33
Senhor Fernando Nobre, o país está a precisar de uma mudança, são pessoas como o senhor que precisamos,
para nos curar desta doença que estes parasitas nos provocam.
Há muito que os pensamentos mudaram, os nossos jovens, são uma nova geração capaz de entender melhor os
objectivos duma nova era. Queremos mudança nos partidos, pois estes além de adúlterarem os próprios ideais,
só existem para se servirem a eles mesmos e cada vez menos as pessoas, a nação e o mundo, no estado em que o país
se encontra, só realmente uma mudança radical, e é começando pela governação com novos ideais e novos projectos,
que conseguiamos mudar toda esta novela em que nos encontramos.
Quando fala de cidadania, há muito que esta deveria ter sido imposta como disciplina de base nas escolas,
pois temos que trabalhar para pessoas melhores e um país melhor e deve começar sempre por uma base.
Eu e a minha família estamos consigo e vou conseguir mais pessoas.
Com grande apoio despeço-me desejando-lhe felicidades e força para combater estes "senhores" do poder
de certeza que haverá muitos mais Portugueses conscientes que pensarão como nós e todos juntos sim,
vamos conseguir.




De Maria Rodrigues a 20 de Janeiro de 2011 às 15:22
Senhor Fernando Nobre, o país está a precisar de uma mudança, são pessoas como o senhor que precisamos,
para nos curar desta doença que estes parasitas nos provocam.
Há muito que os pensamentos mudaram, os nossos jovens, são uma nova geração capaz de entender melhor os
objectivos duma nova era. Queremos mudança nos partidos, pois estes além de adúlterarem os próprios ideais,
só existem para se servirem a eles mesmos e cada vez menos as pessoas, a nação e o mundo, no estado em que o país
se encontra, só realmente uma mudança radical, e é começando pela governação com novos ideais e novos projectos,
que conseguiamos mudar toda esta novela em que nos encontramos.
Quando fala de cidadania, há muito que esta deveria ter sido imposta como disciplina de base nas escolas,
pois temos que trabalhar para pessoas melhores e um país melhor e deve começar sempre por uma base.
Eu e a minha família estamos consigo e vou conseguir mais pessoas.
Com grande apoio despeço-me desejando-lhe felicidades e força para combater estes "senhores" do poder
de certeza que haverá muitos mais Portugueses conscientes que pensarão como nós e todos juntos sim,
vamos conseguir.




De Luis Miranda a 20 de Janeiro de 2011 às 11:37
Dr Fernando Nobre

É de Homens como o Senhor que Portugal precisa...Força pela Sua coragem



Comentar post

Fernando José de La Vieter Ribeiro Nobre nasceu em Luanda em 1951. Em 1964 mudou-se para o Congo e, três anos mais tarde, para Bruxelas, onde estudou e residiu até 1985, altura em que veio para Portugal, país das suas origens paternas. É Doutor em Medicina pela Universidade Livre de Bruxelas, onde foi Assistente (Anatomia e Embriologia) e Especialista em Cirurgia Geral e Urologia. (continuar a ler)
FOTO DA SEMANA


LIVROS QUE PUBLIQUEI

- "Viagens Contra a Indiferença",
Temas & Debates

- "Gritos Contra a Indiferença",
Temas & Debates

- "Imagens Contra a Indiferença",
Círculo de Leitores / Temas & Debates


- "Histórias que contei aos meus filhos",
Oficina do Livro


- "Mais Histórias que Contei aos Meus Filhos", Oficina do Livro

- "Humanidade - Despertar para a Cidadania Global Solidária", Temas e Debates/Círculo de Leitores

- "Um conto de Natal", Oficina do Livro
Pesquisa
 
Contador de Visitas