Segunda-feira, 2 de Fevereiro de 2009

http://sic.aeiou.pt/online/video/informacao/Falar+Global/2009/2/electronicadesangue.htm

 

 



publicado por Fernando Nobre às 21:58
link do post | comentar

18 comentários:
De coby kyros mid7015 a 19 de Dezembro de 2011 às 23:02
não imaginava isso nem no meu mais profundo sonho. como pode uma coisas dessas acontecer e ninguem fazer nada? ainda bem que ao poucos bons homens estão denunciando estes acontecimentos. obrigado!


De factosdecomerciojusto a 20 de Fevereiro de 2009 às 20:21
Dr. Fernando Nobre

Pensava que já pouco tinha de descobrir para me chocar...
Obrigado por continuar a tornar Portugal melhor...e também a vida de muita gente neste mundo, de céu para uns e de inferno para muitos.

Muito Obrigado



De Anónimo a 9 de Fevereiro de 2009 às 14:44
Parabéns pela iniciativa e pela partilha de informação. Bem haja quem assim luta e aqui me penitencio pela minha ignorância em relação a este tema...

Um abraço,

Mário Marques


De Dieta do Sangue a 28 de Junho de 2010 às 12:32
Não sabia disto! Olho para o computador e para o telemóvel e faz uma pessoa pensar...


De Nuno Luz a 8 de Fevereiro de 2009 às 00:44
Porque acredito nos valores humanos, e que o homem pode mudar e influenciar comportamentos, aqui fica a devida referência:
http://www.pocketpt.net/forum/index.php?showtopic=27059&pid=178195&st=0&#entry178195

Os meus parabéns ao Fernando Nobre por ser um dos homens que influi positivamente neste mundo global.

Melhores cumprimentos:
Nuno Luz


De Carlos Alberto Videira a 4 de Fevereiro de 2009 às 21:14
Caro Doutor Fernando Nobre:

Este não é um comentário a este artigo! Como não consegui encontrar o seu endereço de correio electrónico para o contactar e como sabia que tinha criado um blog recentemente, e sendo os comentários moderados, achei que poderia entrar em contacto consigo por esta via.

O meu nome é Carlos Alberto Videira e juntamente com outros três colegas de turma (Adriana Lopes, Luís Verde e Tiago Brás) estou a desenvolver no âmbito da disciplina de Área de Projecto do 12º ano na escola Ancorensis Cooperativa de Ensino em Vila Praia de Âncora um projecto que se prende com o conflito e a situação humanitária em Darfur, no Sudão.

Depois de termos assinalado o Dia da Declaração Universal dos Direitos Humanos e o Dia da Lembrança das Vítimas do Holocausto, preparamos já o próximo evento: uma acção de sensibilização no dia 28 de Fevereiro, sábado pelas 10h30 da manhã, subordinada ao tema dos direitos humanos, particularmente ao Darfur.

Estamos a realizar uma ronda de contactos acerca da disponibilidade de várias pessoas em participar e dar o seu contributo.

Pretendemos que a mesa de trabalhos seja composta por um membro do grupo de trabalho, o Director Pedagógico da escola, a Ancorensis (Prof. Cerqueira), a Presidente da Câmara Municipal de Caminha, Dra. Júlia Paula Costa.

Depois teremos alguém ligado à Plataforma porDarfur e a eurodeputada Ana Gomes que já confirmou a sua presença.

Nesta acção pretendemos lembrar particularmente o conflito do Darfur, mas também todos os conflitos que têm assolado o mundo. E quem melhor que o senhor no nosso país para nos dar o seu testemunho. Ao longo de muitos anos já nos habituamos a vê-lo em todos os cenários de crise e de drama humanitário. Por isso queríamos convidá-lo para estar connosco no dia 28 de Fevereiro.

Queremos fazer algo com impacto e participação da comunidade local. Apesar do nosso tema ser o Darfur, queremos fazer também algo de mais abrangente, relacionado com os direitos humanos em geral, daí que a sessão se intitule mesmo "SOS Alerta Direitos Humanos".

Assim o director pedagógico falaria em primeiro lugar dando as boas vindas em nome da escola, depois a presidente da câmara falaria da importância da participação cívica, depois um membro do grupo falaria em seu nome, explicando os nossos objectivos, actividades, etc. para de seguida falar alguém em nome da plataforma com o seu exemplo especifico, seguindo-se o senhor que daria o seu testemunho de anos e anos presente em todas as crises internacionais, incluindo o Sudão. Para terminar a eurodeputada falaria sobre os direitos humanos em geral.

Há tempos, vi um documentário sobre si na RTP, intitulado de "Nunca É Meia-noite, Dr. Nobre". Segui-o com muita atenção e o seu exemplo tocou-me profundamente. Sobretudo quando a certa altura referiu: "Eu hoje vou a muitas escolas. Nunca recuso ir a uma escola porque eu nunca sei se uma das pessoas para quem eu estou a falar será o factor de mudança na Humanidade que vem".

Estas palavras encheram-me de esperança acerca de uma eventual presença sua connosco. Gostaríamos muito de poder contar consigo!

Pedimos uma resposta breve para encerrar o cartaz da Acção de Sensibilização. Por favor responda para o meu endereço de correio electrónico: underscore_1991@hotmail.com!

Com os melhores cumprimentos,
Carlos Alberto Videira


De Fernando Nobre a 5 de Fevereiro de 2009 às 13:37
Caro Amigo tento-me desmultiplicar mas as escolas que me solicitam são muitas, as distâncias também e os dias só têm 24h. Sempre que posso vou mas nem sempre é possível já que estou muitas vezes ausente do nosso País e por outro lado, quando cá estou, tenho que gerir a Família, a AMI, as aulas, as conferências e ... A minha secretária está a ver como gerir a agenda... Farei o possível. Abraço.


De Carlos Alberto Videira a 5 de Fevereiro de 2009 às 15:56
Caro Dr. Fernando Nobre:

Compreendo totalmente a sua situação e só o facto de nos ter dito que fará o possível já é para nós motivo de grande alegria e consideração!

Estamos certos que o seu testemunho excepcional de anos e anos no terreno seria muitíssimo importante para os jovens desta comunidade poderem compreender melhor as consequências do desrespeito pelos direitos humanos.

Sabemos que a distância é grande e a escola oferecer-lhe-á almoço se o Dr. o solicitar.

Dê-nos uma resposta assim que possa!

Um abraço,
Carlos Alberto Videira


De Daniela Santiago a 4 de Fevereiro de 2009 às 20:33
Meu querido amigo, sempre incansável, nobre, justo e "cruelmente" dono da verdade.
Ainda vai ser Nobel da Paz meu amigo.
Que saudades tenho do seu Congo, do nosso Congo que conheci com a vossa companhia e amizade.
Bj Gr e saudades, meus amigos


De Fernando Nobre a 5 de Fevereiro de 2009 às 13:27
Querida Amiga é sempre bom ter notícias suas! O Congo, o "meu" Congo que há 46 anos visito e bem conheço, um dia viverá melhores dias... Quanto ao Nobel não se preocupe: nunca o terei mas também não penso nisso. Beijinhos.


De Alexandra Pereira a 4 de Fevereiro de 2009 às 00:42
Agradeço, Dr. Fernando Nobre, ter colocado o video no blog, pois não assisti na tv .
Abraço,
Alexandra


De PF a 3 de Fevereiro de 2009 às 21:08
Viva!

Parabéns pela entrevista. Muito bom e excelente material pedagógico. No dia 5 também poderá ser visto aqui:

http://codigo430.blogs.sapo.pt/

Cumprimentos


De bvinhaisdesa@gmail.com a 3 de Fevereiro de 2009 às 17:30
Meu Deus!


De MAlbertina F.S.Silva a 3 de Fevereiro de 2009 às 12:11
QUASE TODAS AS TARDES, VEJO A SIC NOTÍCAS.
ONTEM, APESAR DE ESTAR DE ATESTADO, FUI À MINHA ESCOLA, ASSINAR A AVALIAÇÃO DA MINHA AUXILIAR E, NÃO VI O PROGRAMA.
AH, AMIGO, PORQUE NÃO NOS AVISOU? PORQUE NÃO SE TRATA DE QUALQUER COISA, MAS DE GRITOS DE ALERTA. E PODERÍAMOS TER PASSADO A PALAVRA . SE BEM QUE A HORA NÃO ERA A MAIS FAVORÁVEL!!... ENFIM SEMPRE O SUPÉRFULO EM DESFAVOR DO ESSENCIAL.
FIQUEI ESPANTADA COM QUASE TUDO: "JÁ MORRERAM 5 MILHÕES DE SERES HUMANOS" ," POR CADA QUILO DE COLTAN, MORREM 2-3 CRIANÇAS" "É UMA QUESTÃO SE SOBREVIVÊNCIA,POR 1 DÓLAR 2 SACOS DE SANGUE"...
A ESCRAVIDÃO QUE NÃO ACABA, PELO EGOÍSMO E SOBRETUDO PELA GANÂNCIA DO HOMEM.
PONHO EM DÚVIDA, QUE AS DUAS PIORES DOENÇAS SEJAM A INDIFERENÇA E A INTOLERÂNCIA!!
SEI QUE ME ENTENDERÁ E PERDOARÁ.
VOU PARTILHAR ESTE ENDEREÇO COM TODOS OS QUE TENHO.
COMO CONSEGUE FAZER TANTA COISA, AMIGO?
CUIDADO QUE O VÍRUS DA GRIPE É AMIGO DE QUEM DORME MENOS DE 7 HORAS!!!(DESCULPE A BRINCADEIRA, É PARA DESCOMPRIMIR)
UM ABRAÇO AMIGO
Tina





De Fernando Nobre a 3 de Fevereiro de 2009 às 17:22
O que tem de ser tem muita Força! Há que continuar a gritar enquanto tivermos voz. Abraço.


Comentar post

Fernando José de La Vieter Ribeiro Nobre nasceu em Luanda em 1951. Em 1964 mudou-se para o Congo e, três anos mais tarde, para Bruxelas, onde estudou e residiu até 1985, altura em que veio para Portugal, país das suas origens paternas. É Doutor em Medicina pela Universidade Livre de Bruxelas, onde foi Assistente (Anatomia e Embriologia) e Especialista em Cirurgia Geral e Urologia. (continuar a ler)
FOTO DA SEMANA


LIVROS QUE PUBLIQUEI

- "Viagens Contra a Indiferença",
Temas & Debates

- "Gritos Contra a Indiferença",
Temas & Debates

- "Imagens Contra a Indiferença",
Círculo de Leitores / Temas & Debates


- "Histórias que contei aos meus filhos",
Oficina do Livro


- "Mais Histórias que Contei aos Meus Filhos", Oficina do Livro

- "Humanidade - Despertar para a Cidadania Global Solidária", Temas e Debates/Círculo de Leitores

- "Um conto de Natal", Oficina do Livro
Pesquisa
 
Contador de Visitas